Translate

PRA VOCê

PRA VOCê

Seguidores

Follow by Email

domingo, 8 de setembro de 2013

Beneficios do chá verde


Beneficios do chá verde

Outros benefícios promovidos pela administração do chá verde seriam: efeito protetor contra cáries dentárias, aumento da densidade mineral óssea...
Dentre os diversos tipos, o chá verde merece destaque, pois em sua produção as folhas frescas são rapidamente tratadas no vapor, inibindo o processo de fermentação, o que preserva uma maior quantidade de compostos fenólicos. Seu uso iniciou-se entre monges budistas e atualmente representa 20% de todo chá consumido no mundo. Os japoneses costumam servir chá verde na entrada da refeição, com o objetivo de preparar o estômago para a digestão. As catequinas são os principais compostos fenólicos presentes no chá verde e exercem vários benefícios para a saúde, dentre os quais podemos destacar: Preventivo contra o câncer: A prefeitura da cidade de Shizuoka observou em um estudo controlado, que nas áreas dedicadas a produção do chá verde, verificava-se uma incidência menor de todos os tipos de câncer, quando comparado com as outras regiões, principalmente o câncer gastrointestinal. De fato, vários estudos como o realizado pelo Instituto Nacional do Câncer de Tóquio, demonstraram que a administração de chá verde diminuiu significativamente a incidência de câncer duodenal em ratos. Estes estudos demonstram que esse chá também pode ser um fator de prevenção do câncer em seres humanos. O efeito quimiopreventivo do chá verde está relacionado à prevenção de vários tipos de câncer: mama, esôfago, pulmão, estômago, coloretal, bexiga, rins, próstata, pele e lesões pré-cancerosas orais. Redução do processo de envelhecimento: O chá verde contém as vitaminas E e C que têm poder antioxidante, sendo que o Professor Okuda em um artigo publicado no Boletim de Química e Farmacologia em 1983, afirma que as catequinas presentes no chá verde possuem um poder antioxidante 20 vezes maior do que o da vitamina E. Controle da pressão arterial: O Dr Hara em um estudo publicado no Nippon Nogeikagaku Kaishi em 1987, demonstrou que as catequinas presentes no chá verde impedem a ação da enzima conversora de angiotensina, que age no complexo sistema renina-angiotensina-aldosterona, auxiliando na eliminação de sódio do organismo. Auxílio na perda de peso: Em um estudo realizado por Dulloo e colaboradores, foi relatado o efeito do extrato de chá verde contendo cafeína e polifenóis, aumentando o gasto energético de 24 horas e a oxidação de gorduras em jovens saudáveis. Como uma dose equivalente de cafeína não provocou o mesmo efeito, os autores sugeriram que os polifenóis característicos do chá foram responsáveis pelo resultado. O provável mecanismo seria pela ação das catequinas na inibição da enzima COMT, responsável pela degradação da norepinefrina. Esta inibição resultaria em aumento, ou efeito mais prolongado, da norepinefrina na termogênese do metabolismo das gorduras, mediado pelo Sistema Nervoso Simpático. Controle do colesterol: As catequinas evitam a oxidação da LDL-colesterol. Estudos epidemiológicos têm demonstrado menor taxa de doença cardiovascular entre consumidores de chá verde, com efeitos sendo observados com o consumo de uma xícara ou mais ao dia. Outros benefícios promovidos pela administração do chá verde seriam: efeito protetor contra cáries dentárias, aumento da densidade mineral óssea, redução na agregação plaquetária, proteção contra a gastrite e infecções gastrointestinais e controle da glicemia. A ADA (American Dietetic Association) sugere o consumo de 4-6 xícaras de chá verde ao dia, a fim de se obter os efeitos acima mencionados. A forma de preparo também deve ser considerada, devendo-se ferver a água até pouco antes da ebulição e despejá-la nas folhas de chá bem devagar e do alto, para agregar oxigênio, o que ajuda na redução do processo oxidativo. A infusão deve ficar abafada por no máximo 2-3 minutos. O armazenamento por longo tempo também não é recomendado, pois ocorre perda dos compostos fenólicos. Rodolfo Anthero de Noronha Peres Nutricionista – CRN3/16.389 Waldemar Marques Guimarães Neto Professor de Educação Física - CREF 004810-G/PR

terça-feira, 3 de setembro de 2013

COMO FAZER HORTAS PARA CHAS


CHÁS E SUAS INDICAÇÕES

CHÁS E SUAS INDICAÇÕES
Chá de Alecrim - Indicado para stress físico e mental, depressão, gota, reumatismo, facilita a digestão.

Alfazema - Indicado para insónias, excitação nervosa, alivia nevralias (dores de cabeça), tosse, asma, bronquite.

Arnica - Analgésica e anti-inflamatória em casos de traumatismos, luxações, entorses, hematomas, distensões musculares e ainda como antisséptica em afecções bucais e furúnculos.

Ban-chá - Depurativo cuja acção acentua a eliminação de toxinas aumentando a diurese e facilitando a digestão.

Boldo - Tónico do aparelho digestivo, aumenta a produção da bilis eliminando gases, cálculos na vesícula e no combate das afecções do fígado e baço.

Camomila - Auxilia a digestão aliviando cólicas abdominais, náuseas, diarréia. Indicado como calmante para insónia e nervosismo.

Carqueja - Acção benéfica sobre o fígado e intestino aliviando azia, má digestão, gastrite, prisão de ventre, etc.

Catuaba - Tónico do sistema nervoso amenizando o nervosismo, insónia, fadiga cerebral, impotência sexual, tosse e bronquites.

Cofrey - Acção terapêutica nas afecções sobre o aparelho respiratório como amigdalite, laringite, faringite e cicatrizante de fissuras, feridas e abcessos, eczemas, podendo ser usado com cautela em processos internos como úlceras gástricas e duodenais.

Erva Cidreira - Insónia, nervosismo, cólicas no ventre e gases.

Erva Doce - Alivia cólicas menstruais, de recém-nascidos e abdominais, também auxilia a má digestão.

Eucalípto - Trata inflamações das vias respiratórias como tosse, rouquidão, bronquite, asma e alivia estados catarrais.
Hortelã - Atenua azia, gases e cólicas. Vermífuga (lombriga e oxiurus). Alivia asma e bronquite.

Jasmim - Tónico, indicado contra sonolência e combate acessos de asma. Excelente diurético.

Maçã - Sedativo, digestivo, anti-diarréica e também indicada nos casos de colite.

Malva - Afecções das vias respiratórias como bronquite, tosses catarrais, laringite e nos processos inflamatórios de boca e garganta, através de bochechos e gargarejos

CHIMARRÃO--Bebida Gaúcha (origem)

CHIMARRÃO--Bebida Gaúcha (origem)

>>>>>>>>>>>LENDA SOBRE O CHIMARRÃO <<<<<<<<<<<

Conta uma de nossas lendas no Sul do País que Erva Mate foi prêmio dado pelos deuses a um herói guerreiro que abateu em luta justa um enorme jaguar.
O deus fez nascer a planta e ensinou a usar a bebida para recuperar as forças.

Mais para o Sul os charruas contam que um enviado de Tupã, em agradecimento a hospitalidade de Itabaetê e sua filha Yarí, presenteou-os com uma planta "repleta de folhas verdes, donde se desprendia um perfume de bondade, talvez o mesmo perfume de Tupã". Disse ainda Deus à Yiarí - "serás a protetora das florestas que haverão de surgir. Os guerreiros provarão a mesma delícia de teu carinho ao sorver esta bebida: as caminhadas de guerra serão menos fatigantes e os dias do descanso mais felizes".

Desde então a Caa Yiarí ou a erva mate passou a ser a principal bebida dos povos do sul e centro sul do país, e também dos países vizinhos, Uruguai, Argentina, Paraguai e Bolívia.

Tradicionalmente, a folhagem verde seca e moída é colocada numa cuia de cabaça, também chamada de porongo ou purunga, com uma bomba - o tubo de prata alargado na ponta em forma de coador.

Vertendo-se água fria, toma-se o tererê.
Vertendo-se água quente toma-se o mate ou o chimarrão.

O tererê ou chimarrão são complemento de sociabilidade, ou seja, deve-se tomar acompanhado de outras pessoas e obedecendo a certo ritual:

Colocar o mate na cuia até ocupar 2/3; acomodar a erva de um lado da cuia; colocar no fundo da cuia, água fria ou morna, só molhando o fundo.
Deixar até que a erva fique inchada.
Pegue a bomba, tape o bocal com o polegar e leve-á até o fundo da cuia.
Complete a cuia com água quente (nunca fervida).
O mateador sorve e cospe a primeira infusão porque é muito amarga. Volta a encher a cuia e é o primeiro a beber.
Enche de novo e oferece a primeira pessoa a sua direita.



Por influência europeia, em São Paulo, principalmente, as folhas são "queimadas" e prepara-se vertendo-se água fervida e deixando curtir por alguns minutos.
A bebida resultante pode ser tomada quente ou gelada. Vale a pena em ambos os casos colocar umas gotas de limão.



COMO FAZER O CHIMARRÃO

  • COMO FAZER O CHIMARRÃO

    Material necessário



  • Erva-Mate para chimarrão (opte pela erva mais verde)
  • Uma bela cuia
  • Uma bomba de prata folheada à ouro (caso não seja rico, pode ser um bomba comum mesmo)
  • Um aparador (pode ser uma tampa plástica lisa)
  • Uma térmica com água quente
  • Um copo de água morna

 
Obs: Apesar da erva "Terra Mate" ser boa, nós não estamos ganhando nada por fazer propaganda para ela.

Modo de fazer

  • Água
    • Esquente a água. O ponto certo é chamado de chiado, então, quando a chaleira começar a chiar ou tremer um pouco apague o fogo. Obs: Se a água esquentar demais vai queimar a erva e o chimarrão ficará ruim. Claro, você também irá queimar a boca. :-p
  • Colocando a erva na cuia
    • Despeje a erva na cuia até que cubra o pescoço (veja as fotos abaixo)

erva1erva2

Cevando o mate (termo gaúcho para o preparo do chimarrão)


  • Tampe a cuia com o aparador

Chimarrao 

  • Tombe a cuia de lado e agite na horizontal para posicionar a erva corretamente

erva1erva2
Obs: Não fizemos um filme para representar este passo. Tenha imaginação e veja o movimento.

  • Levante a cuia um pouco (em valores mais precisos + ou - 45 graus)
  • Retire o aparador vagarosamente e verifique se a erva ficou bem acomodada (veja fotos abaixo)

erva1erva2

Colocando a água


  • Pegue o copo com água morna e derrame vagarosamente a água pela parede da cuia. Obs: não utilize água quente porque pode estragar a erva. Alguns mais aventurados fazem esse primeiro com cachaça.

erva1erva2
erva3erva4 
Obs: Repare no pé do vivente. Sim, aquilo é uma Alpargata, um calçado típico do povo gaúcho. A dele já está bem surrada

Introduzindo a bomba


  • Pegue a bomba e tampe o bocal com o dedão

Chimarrao 

  • Coloque a parte de trás da bomba contra a parede de erva

Chimarrao 

  • Coloque a bomba até o fundo (de prefência bem próxima da parede de erva)
  • Ainda com o bocal tampado gire a bomba no sentido anti-horário (+ ou - 90 graus, até que a bomba fique reta)
  • Agora sim, pode retirar o dedão do bocal

erva1erva2
erva3erva4 

Finalizando


  • Vá para a pia da cozinha (ou fora de casa, nunca na janela do apartamento), puxe essa água e cuspa fora (é a primeira nunca é boa)
  • Agora se você quiser (e tiver) poderá despejar alguns chás, ervas, etc. na cuia e um pouco sobre a parede de erva para que você possa ir despejando quando desejar

Regras para tomar o chimarrão


  • A cuia é de uso comum, portanto não tenha nojo (claro também não vai oferecer para alguém que esteja com sapinho ou algo pior na boca)
  • Chimarrão não é igual tereré, logo não tente tomar toda a água em um único gole (isso é perigoso !! experiência própria). Tome com calma
  • Cuia também não é microfone. Não demore muito
  • Evite (melhor NUNCA) mexer na bomba. Em casos extremos, se a bomba estiver trancada gire-a um pouco para cada lado
  • Nunca deixe um chimarrão pela metade. Você sabe que o mesmo terminou através do tradicional ronco da bomba

Obs: Existem outras inúmeras regras, mas não iremos colocar aqui por falta de espaço no servidor
Obs2: A forma apresentada aqui é para quem é destro (acredite tem isso também), pois você irá segurar a cuia com a mão esquerda e irá completá-la com água com a mão direita (pense, a térmica é mais pesada que a cuia)

Preparando para o próximo


  • Geralmente sobra uma erva seca na parte superior da cuia, reserve um pouco
  • Jogue o resto da erva no lixo e passe uma água dentro da cuia (limpe bem)
  • Deixe escorrer um pouco
  • Jogue a erva que você reservou dentro da cuia e espalhe por toda a cuia
  • Faça isso toda vez, pois assim você curando a cuia e terá um bom chimarrão
  • Não esqueça de limpar a cuia quando for fazer um novo chimarrão. Isso pode ser feito raspando essa erva com a mão

Chimarrao

aUTORES   : RICARDO E EMERSON

CHÁ AROMÁTICO

CHÁ AROMÁTICO
3 porções - 12 kcal/porção

Ingredientes:
2 xícaras (chá) de água
1/2 xícara (chá) de suco de maçã
2 sementes de cardomomo
2 cravos-da-índia
1 lasca de gengíbre
1 saquinho de chá de camomila
1 saquinho de chá mate
1 pedaço de casca de laranja
1 pedaço de canela.

Modo de preparo:
Coloque todos os ingredientes em uma panela e deixe ferver em fogo baixo por cerca de 10 minutos.
Coe e utilize.

CHÁ DE GENGIBRE E UVA

CHÁ DE GENGIBRE E UVA
1 xíc. (chá) de açúcar
4 xíc. (chá) de água
1 xíc. (chá) de gengibre fatiado
2 xíc. (chá) de suco de uva

MODO

Rendimento: 12 porções
Tempo de preparo: 30min
Valor calórico da porção: 92 Kcal

Coloque o açúcar para caramelizar e junte a água. Deixe esfriar. Acrescente o gengibre e ferva mais um pouco. Junte o suco de uva. Se preferir diminua o gengibre e acrescente cravo.

Dica: Esses elementos possuem substâncias anti-oxidantes

CHÁ COM SUCO DE MORANGO

CHÁ COM SUCO DE MORANGO


Ingredientes:

2 xícaras (chá) de morango inteiro
1/2 xícara (chá) água quente
1 colher (sopa) de adoçante ou a gosto
10 xícaras (chá) de chá preto pronto
Folhas de hortelã.


Modo de preparo:

Bata todos os ingredientes no liquidificador e sirva com gelo.
Decore com as folhas de hortelã e morango em pedaços.

CHÁ DE ABACAXI, LARANJA, CRAVO E CANELA

CHÁ DE ABACAXI, LARANJA, CRAVO E CANELA


Ingredientes:

Casca de 1 abacaxi (pérola é melhor)
1 copo de suco de laranja
1 pau de canela
10 cravos.


Modo de preparo:

Lave bem o abacaxi antes de descacar.
Coloque as cascas numa panela e cubra com água, ferva um pouco, tampe e deixe descansar de um dia para o outro.
No dia seguinte, ferva novamente acrescentando o cravo e a canela.
Desligue e junte o suco de laranja.

CHÁ DE AMENDOIM

CHÁ DE AMENDOIM


Ingredientes:

250 g de amendoim torrado e triturado (quanto mais triturado melhor)
1 litro de leite
1 lata de leite condensado.

Modo de preparo:

Junte todos os ingredentes e coloque para ferver, quando levantar fervura mexa por alguns minutos e pronto.
Indicado para beber quente.
Se achar que ficou muito grosso adicione um pouco mais de leite. 

CHÁ DE CARQUEJA

CHÁ DE CARQUEJA


Ingredientes:

1 colher (chá) de chá de carqueja (Baccharis genistelloides)
1 xícara (chá) de água.

Modo de preparo:

Ferva a água e retire-a do fogo.
Coloque o chá na água e deixe fazer a infusão por cerca de 5 minutos.
Coe e, se desejar, adoçe a gosto.

CHÁ DE ERVA-CIDREIRA COM HORTELÃ

CHÁ DE ERVA-CIDREIRA COM HORTELÃ


Ingredientes:

1 litro de água mineral
2 xícaras de erva-cidreira lavada e picada ou 4 saquinhos de chá
2 xicaras de hortelã lavada e picada ou 4 saquinhos de chá
Açúcar a gosto.

Modo de preparo:

Coloque a água e as folhas numa panela e leve ao fogo alto para ferver; quando ferver, desligue e coe o chá.
Deixe esfriar e adoce a gosto.
Guarde na geladeira até servir.
.

Chá combina com o que.....

Chá combina com o que.....


Assim como os vinhos, as regras para combinar chás com refeições são bastante flexíveis.


"Na verdade não existem regras, cada um deve tomar como gosta", avisa Carla Saueressig, especialista e proprietária de A Loja do Chá, em São Paulo.

A especialista, porém, indica chás verdes, que são mais digestivos, para quem consumiu carne vermelha ou pratos gordurosos.
Misturas com ervas, flores e frutos são os recomendados para quem fez refeições à base de aves. Depois do peixe, o melhor é um blend com limão, que suaviza o paladar.

Para chá da tarde, chás combinam com biscoitinhos, petit-fours e bolos com especiarias.

Chá com Leite ....PODE????

Chá com Leite ....PODE????


Servir chá com ou sem leite é uma dos assuntos mais controversos. Enquanto nas maiorias dos países o costume de servir chá com leite é pouco difundido, na Inglaterra a prática é quase obrigatória. Os ingleses acrescentam leite em todo tipo de chá preto.


"Não existe uma regra para isso, mas normalmente o leite não é indicado somente para chás verdes",
conta a especialista Carla Saueressig,
justificando que há uma explicação "química" para o acréscimo de leite aos chás.

"Quando o leite é adicionado, os taninos imediatamente se ligam às proteínas do leite, tornando o sabor menos adstringente", explica.

A hora de acrescentar o leite também é um assunto polêmico.
Se ele é derramado na xícara primeiro, mistura-se mais facilmente ao chá.
Mas adicioná-lo depois permite à pessoa controlar a quantidade ao gosto.

O hábito de despejar o leite na xícara antes de servir o chá data do século XVII, quando xícaras de porcelana fina foram introduzidas na Inglaterra. Até então, as pessoas costumavam beber em canecas de estanho ou de cerâmica, pois acreditavam que a porcelana não agüentaria o calor da bebida.

Chás aromatizados servidos sem leite são refrescantes. A adição de limão, que ajuda a tornar a bebida mais adstringente, era um hábito russo, introduzido na Inglaterra durante o reinado da rainha Vitória.

HISTÓRIA E CURIOSIDADES SOBRE O CHÁ.......

HISTÓRIA E CURIOSIDADES SOBRE O CHÁ.......


Existem várias lendas em torno das origens dos chás.
A mais popular credita ao Imperador chinês Shen Nung, em 2.737 a.C. a 'descoberta' da bebida.
Ele estaria fervendo água embaixo de uma árvore quando algumas folhas caíram na panela.
Crendices à parte, a mais antiga evidência do cultivo do chá vem da China, no século 4.
Naquela época, porém, as folhas não eram fervidas para beber, mas colocadas em bolos e fervidas com arroz, especiarias e nozes.
Um pouco depois, as folhas da planta eram moídas e batidas em água quente.
A tradição de tomar chá tal como conhecemos hoje só foi inaugurada na dinastia Ming, no século 14.

A Inglaterra trouxe os chás chineses para o Ocidente no século 17, motivada, segundo alguns estudiosos, pela escassez de café no mercado mundial. O país, que disputava o comércio na região sul do continente asiático, obteve o monopólio da comercialização das folhas de camellia sinensis (árvore de cujas folhas são produzidas os chás verde e preto) no continente até o século 19.

Originalmente uma bebida da elite européia, o chá se popularizou no século 18.
A queda do seu preço, devido à diminuição de impostos e ao aumento das regiões produtoras de chá no mundo, tornou a bebida acessível às camadas mais populares.

SAIBA MAIS SOBRE OS CHÁS


Foi-se o tempo em que, no Brasil, os chás eram consumidos apenas para ajudar a curar desconfortos intestinais, gripes e outros probleminhas médicos.
A despeito da cultura de remédio natural, os chás começam a ganhar status semelhante ao do vinho no País.
Quando foi levado da China para a Europa, a partir de 1610 - a princípio pelos holandeses e depois pelos ingleses, que difundiram a sua tradição no Ocidente -, o chá era uma bebida nobre, que custava caríssimo.
Com o passar do tempo, o ritual de beber chá popularizou-se entre os europeus, sobretudo entre os ingleses.

No Brasil, a tradição "nobre" difunde-se a passos largos.

O chá é uma bebida estimulante e, quando bebido puro, tem quase zero de caloria. Seus principais efeitos são:


Combater o envelhecimento das células;

Reduzir o risco de câncer (principalmente de esôfago e estômago), doenças do coração, gastrite e derrame cerebral;

Ajudar a fortalecer os ossos e a controlar a pressão arterial. Mas, cuidado: se consumido junto com as refeições, o chá pode diminuir a absorção de ferro.

Ele tem também efeito diurético e pode provocar insônia em pessoas sensíveis à cafeína.

COMO SURGIRAM OS SAQUINHOS DE CHÁ...

Em 1904, Thomas Sullivan, um comerciante de Nova York, inventou um saquinho de seda para enviar amostras de chá. Atualmente, os saquinhos são feitos de papel-filtro sem sabor e inodoro. Metade do chá usado nos Estados Unidos é em saquinho. Todas as principais misturas e os chás mais tradicionais estão disponíveis nessa versão. E mantêm a mesma qualidade. Isso, é claro, se a pessoa mantiver as "regrinhas" para fabricação do chá.


Conheça os tipos e misturas de chás

Conheça os tipos e misturas de chás
Os chás podem ser classificados em três tipos básicos:

preto, verde e oolong.

Todos são provenientes da mesma planta, a Camellia Sinensis.
O que os diferencia é o processo de beneficiação da planta. Enquanto os chás pretos têm suas folhas fermentadas, os verdes são escaldados e fervidos, para garantir a preservação de sua cor.

Os oolong se encaixam numa categoria intermediária.
Passam pelo processo de fermentação mais brando e, por isso, têm aroma menos acentuado do que os pretos.

Cada tipo de chá, porém, tem o que podemos chamar de subcategorias. Essa classificação pode variar de acordo com a região produtora e aromatização por qual a planta passa.

**Chás preto:

Assam: as melhores categorias têm pontas douradas. Folhas pretas produzem chá avermelhado com sabor vivo e forte. É ideal para servir com leite.

Ceilão: é considerado um dos melhores do mundo. Tem sabor encorpado e a fragrância delicada. Ideal para servir gelado, com leite ou limão.

China Caravan: é um mistura de chás keemum (ver abaixo), com sabor suave. Normalmente é servido com limão.

Darjeeling: tem aroma rico e um bouquet que lembra uvas moscatel. Pode ser servido com limão ou leite.

Earl Grey: uma mistura de chá Darjeeling e China, é aromatizado com óleo de bergamota. Deve ser servido sem leite ou limão.

English Breakfast: é uma mistura de chás Assam e Ceilão. Tem sabor forte e encorpado e é ideal para beber com leite.

Formosa Oolong: um dos chás mais caros do mundo, produz aroma semelhante ao do pêssego. Normalmente é servido sem leite.

Irish Breakfast: é uma mistura de Assam fortes. Como o próprio nome indica, é normalmente servido pela manhã, por seu sabor acentuado.

Keemum: menos adstringente do que a maioria dos chás, tem aroma delicado e rico. É originário da China e é servido sem leite.

Lapsang Souchong: tem aroma defumado, de alcatrão. Normalmente é bebido sem leite.

**Chá Verde

Gunpowder: talvez o mais popular chá verde no Ocidente, tem sabor frutado.

Jasmim: mistura de chá chinês verde e preto, é perfumado com flores de jasmim.

CHÁS AROMATIZADOS

Chás aromatizados estão se tornando cada vez mais populares.
Já existe hoje uma grande variedade em lojas especializadas.
Para fabricá-los, as folhas de Camellia Sinensis são aromatizadas com óleos naturais, especiarias, flores e frutas secas.
"Os chás aromatizados estão cada vez mais 'na moda'.

O chá preto comum pode ganhar um sabor especial se acrescentado de favas de baunilha e cravo, por exemplo", diz Carla Saueressig, especialista e proprietária de A Loja do Chá, em São Paulo.

COMO FAZER UM BOM CHÁ >>OU UMA INFUSÃO

COMO FAZER UM BOM CHÁ >>OU UMA INFUSÃO
Para aproveitar o chá e o que ele tem de melhor, vale a pena seguir umas regrinhas na hora do preparo:

Utilize o melhor chá de que você possa dispor. Existem casas especializadas que vendem chás de qualidade;

Encha a chaleira com água fria; água quente ou reaquecida contém menos ar dissolvido e tem sabor envelhecido e sem graça;

Aqueça o bule, enxaguando-o com água quente. Isso garante que a água permaneça fervente quando entrar em contato com o chá

Adicione 1 colher de chá ou um saquinho por pessoa. A proporção correta é uma colher de chá para 185 ml de água;

Quando a água estiver fervendo, despeje-a no bule. Recoloque a tampa e deixe o chá em infusão por 3 e 5 minutos (dependendo do tipo de chá, há uma variação), conforme o tamanho das folhas; folhas grandes levam mais tempo para fazer o chá do que as pequenas. Os chás liberam a cor antes do sabor, por isso não tenha pressa;

Sirva o chá quando estiver recém-feito, pois ele terá sabor "cozido" se for deixado no bule por mais de dez minutos. Cobrir o bule com um abafador acelera ainda mais o processo de cozimento. Para evitar o chá cozido, tire as folhas da água.


Algumas plantas, especialmente ervas podem ser preparadas em forma de chá.
Além de darem mais sabor à infusão, elas têm propriedades que podem auxiliar no tratamento de doenças.
Mas atenção:
O uso de ervas com fins medicinais é uma prática usada há muito tempo por curandeiros e poucos chás foram cientificamente testados. Portanto, o consumo destas infusões não substitui uma visita ao médico.

Conheça as áreas de cultivo de chás

Conheça as áreas de cultivo de chás

Apesar de a China ter ganhado os louros de sua origem, existem várias regiões do mundo produtoras de chá.
Cada uma delas produz chás com qualidades específicas:

China: apesar de ser um dos principais países produtores de chá, a China é conhecida por seus blends (misturas) de chás.


Índia: 30% dos chás do mundo são produzidos no país. As regiões de Assam, Darjeeling e Niligri classificam os chás pretos indianos, considerados os melhores do mundo.

Sri Lanka: as fazendas de chá substituíram as de café. Os chás do Sri Lanka são conhecidos pela leveza e sabor acentuados.

Indonésia:
país fabricante de chás de fragrância suave, usados em blends.

Diferença entre chá e infusão

Diferença entre chá e infusão

Chás só podem ser chamados por esse nome se forem feitos a partir das folhas da Camellia Sinensis, planta que dá origens aos chás preto, verde e oolongs.
Ou seja, aquele chazinho de camomila que você sempre tomou não era, na verdade, um chá, mas uma infusão.

"Sempre houve essa confusão.
As pessoas tendem a considerar que tudo o que vem em saquinho e é mergulhado em água quente é chá.
Mas na verdade nem 'chá' mate é chá", conta Carla Saueressig, especialista e proprietária de A Loja do Chá, em São Paulo.

Infusões são todos os outros tipos de bebidas feitas a partir da imersão de folhas, flores e frutas em água quente

Os benefícios do chá: bebida milenar

Os benefícios do chá: bebida milenar

Dr. Filippo Pedrinola/Revista Menu

As virtudes medicinais dos chás são de conhecimento milenar. Já na civilização egípcia, 1.500 anos a.C., o uso do sene, tão popular até hoje, era descrito. Devido à evolução da indústria farmacêutica nos anos 50, diminuiu-se o uso das plantas medicinais, que foram substituídas pelos medicamentos sintéticos.

Na década de 80, o interesse pelos recursos fitoterápicos voltou a crescer, desta vez com investimentos para a pesquisa nessa área. Afinal é inegável que "as ervas podem curar" e essas soluções podem ser mais baratas e muitos eficazes.

Contudo, não podemos esquecer de que é necessário fazer "bom uso" deste recurso.
Por exemplo, o chá de pata de vaca é recomendado para melhorar o controle da glicemia em diabéticos, mas não é incomum que pacientes que necessitam de insulina apresentem complicações quando decidem seguir a sabedoria popular e suspender a insulina, adotando apenas o chá como tratamento.

Outro ponto a ser ressaltado é que o chá-mate e o chá preto podem impedir a adequada absorção de ferro e cálcio (por causa da presença do tanino).

Estes chás também contêm cafeína na sua composição.

Sabemos que é fundamental hidratar nosso corpo.
Uma adequada hidratação auxilia no funcionamento intestinal, na produção de enzimas digestivas, no equilíbrio hídrico de todas as células, inclusive diminuindo inchaços.

Tomando chás, além de conseguirmos os efeitos de hidratação, podemos potencializar os benefícios com as propriedades específicas de cada planta e, ainda, ajudar o metabolismo no processo de desintoxicação por meio das catequinas, substâncias presente nos chás de ervas.


Revista Água na Boca

As propriedades do Chá verde

As propriedades do Chá verde


Dr. Filippo Pedrinola/Revista Menu


Não podemos deixar de reservar um espaço de destaque para o chá verde, também conhecido como banchá, já que a ciência vem comprovando suas propriedades terapêuticas e cosméticas.

Esse chá é rico em flavonóides, substâncias antioxidantes que ajudam a neutralizar os radicais livres responsáveis pelo envelhecimento celular precoce.

A prevenção de câncer promovida pelo chá verde é atribuída aos flavonóides e às catequinas, que têm a capacidade de bloquear as alterações celulares que originam os tumores.

Além de conter manganês, potássio, ácido fólico e as vitaminas C, K, B1 e B2, ajuda a prevenir doenças cardiovasculares, já que os estudos associam o consumo diário deste chá a uma diminuição dos níveis sangüíneos de LDL, que é a fração ruim do colesterol, e à melhora das condições das artérias.

E os benefícios para a pele? Estudos recentes descobriram que o chá verde em creme melhora o sistema de defesa das células contra os raios ultravioleta do tipo B. Ao reduzir a inflamação causada por essa radiação, aumentaria a proteção contra o câncer de pele. Além disso, a planta do chá verde (Camellia sinensis) é rica em tanino, que também possui propriedades anti-sépticas e adstringentes, podendo ser indicada para limpeza de peles oleosas.

Ainda não comentamos um efeito muito bem-vindo do chá verde. Ele é considerado termogênico, ou seja, acelera o metabolismo ajudando a queimar a gordura corporal. Confira uma versão refrescante de chá verde.


Revista Água na Boca

Chá da beleza Capim-limão, erva-cidreira, verbena e pimenta chinesa

Chá da beleza

Capim-limão, erva-cidreira, verbena e pimenta chinesa 

– quem quer ficar mais bonita tem de conhecer as quatro ervas da beleza, que a gente conhece mais como chás, mas que estão presentes em muitas formulações cosméticas. São plantas diferentes, com excelentes efeitos para o bem-estar e a estética. Vale a pena adotá-las!
Texto • Thais Szegö Fotos • Iara Venanzi

Para os especialistas, não há mistérios. Um rápido olhar, sentir de leve o aroma e eles já conseguem distinguir essas quatro ervas. Para nós, leigos, a coisa é mais complicada e é fácil confundi-las, já que elas têm grande semelhança aromática e suas folhas não são lá tão diferentes. Sem dizer que, quando caem na boca do povo, vão ganhando outros nomes que, muitas vezes, mudam de região para região do país, tornando a identificação ainda mais difícil. Extremamente bem-vindas na formulação de cosméticos, em comum elas têm o efeito relaxante, mas, afora isso, é importante identificá-las, porque cada qual tem suas aplicações. Para ajudar você a escolher a erva certa, conversamos com fitoterapeutas que apontam quais são indicadas para o seu caso


Capim-limão

Capim-cheiroso, capim-cidreira, capim-santo, grama-cidreira e patchuli falso são as denominações populares para a cymbopogon citratus.

“Essa planta é muito apreciada por seus efeitos analgésicos, antissépticos e antifúngicos”, conta a fitoterapeuta e especialista em beleza e ayurveda Ma Prem Ila, do Rio de Janeiro.

“O capim-limão também é anti-inflamatório e cicatrizante”, acrescenta a fitoterapeuta e nutricionista Vanderlí F. Marchiori, de São Paulo. Graças a esses princípios, é empregado no tratamento da acne na forma de cosméticos ou de compressas feitas com o chá.

“Além disso, ele é antidepressivo, relaxante e calmante e ajuda a combater o ressecamento da pele”, complementa a fitoterapeuta Lalitha Vaidya, da Clínica Fisio Spaço, no Rio de Janeiro.

Por isso, seu óleo essencial é muito usado na água de banhos e na fabricação de produtos para higiene. Ma Prem Ila recomenda o uso em massagens, pois ele deixa a pessoa mais relaxada, restabelecida e com a pele fresca e jovial, desaconselhando-o apenas para quem tem pressão baixa


Erva-cidreira

Melissa officinalis é o nome científico. Mas a erva ficou mais conhecida como alecrim-do-campo, cidreira-capim, salva-limão, cidreira-melissa, melissa-verdadeira, camará e capitão-do-mato.

Tem ação anti-inflamatória e cicatrizante e por isso é indicada no combate às espinhas e no tratamento da celulite e da gordura localizada, como ensina Lalitha Morais Vaidya.

Quem vive estressado também pode se beneficiar com produtos que levam a erva na sua formulação, principalmente no final do dia, pois ela ajuda a desligar das preocupações, fazendo com que a pessoa relaxe e durma bem.

“Além disso, ajuda a combater dores de cabeça”, acrescenta Lalitha.

“Também dá vigor à pele cansada e ajuda a diminuir o excesso de oleosidade”, diz Ma Prem Ila.

Extremamente cheirosa, perfuma banhos de cheiro, impregnando a pele com doce perfume.

Sua única contraindicação, assim como no caso do capim-limão, é para quem sofre de pressão baix
a
Verbena

Calmante e afrodisíaca, a verbena officinalis, popularmente chamada de erva-de-ferro, gervão, planta-da-sorte e erva-defígado,

entra na formulação de produtos de beleza, como sabonetes e loções hidratantes, já que é ótima para higienizar e amaciar a pele.

Extremamente refrescante, é bemvinda nos dias de calor.

“Suas folhas secas são muito usadas na fabricação de esfoliantes, principalmente para o rosto”, conta Ma Prem Ila.

Pelo aroma, ela entrou na formulação de perfumes e colônias e se tornou querida dos aromaterapeutas.

Xampus à base dessa planta são indicados para quem tem cabelos oleosos.

Geralmente, ela não tem contraindicações, mas Vanderlí Marchiori desaconselha o uso para grávidas ou mulheres que estejam amamentando.


Pimenta chinesa

Veio da China a erva May Chang.

O óleo extraído dessa plantinha tem propriedades relaxantes, proporcionando intenso bem-estar.

Apesar do nome, é refrescante, perfeita para o tempo do calor.

Analgésica, funciona como auxiliar no tratamento de dores musculares.

Antisséptica, livra o corpo das impurezas, o que a torna ideal para o tratamento de pele oleosa.

Tudo isso e mais um delicioso aroma cítrico, muitas vezes confundido com limão ou verbena

segunda-feira, 2 de setembro de 2013

mascara com cha


As Rugas de seu Rosto




O que são as rugas?
O envelhecimento é um processo contínuo, não é reversível. Com o tempo, a pele perde sua elasticidade e isto tem como resultado os pés-de-galinha, as rugas e as manchas da idade. Quando se cruza a idade de 30 anos, a pele se torna mais fina e é incapaz de reter a umidade suficiente para manter esse brilho intenso.
As rugas são geralmente de dois tipos, linhas finas superficiais e sulcos profundos.

O Que Causa As Rugas?
Ao longo do tempo, a derme da pele perde tanto colágeno (proteína), como também a elastina (fibras que proporcionam a elasticidade da pele), por isso a pele torna-se mais fina e tem problemas para conseguir suficiente umidade para a epiderme. A gordura na camada subcutânea da pele, que dá uma aparência carnuda também começa a desaparecer, a epiderme começa a ceder, e formam-se as rugas.

Os Fatores Que Favorecem A Formação De Rugas:
O tabaco e o álcool.

As pessoas de pele clara são mais propensas aos danos solares.
Herança.
Vestuário, quanto menor é a exposição ao sol, menor é a probabilidade de que apareçam as rugas. (O uso de chapéus, camisa de mangas longas, etc., pode ajudar).
A profissão, dependendo de onde é realizada, se exercida no exterior, isso favorecerá o aparecimento de rugas prematuras.

Tratamento Anti-Rugas:
A boa notícia é que a prevenção e o tratamento precoce podem manter as rugas afastadas. O cuidado da pele antienvelhecimento tornou-se uma indústria multibilionária.
A escolha do tratamento depende de fatores como a idade, a localização das rugas e a tolerância individual aos efeitos colaterais.
A maneira mais fácil de prevenir as rugas é limitar a exposição ao sol. Aplique um protetor solar com FPS 15 (fator de proteção solar) quanto maior, melhor, isso ajudará a bloquear os efeitos nocivos dos raios UV sobre a pele.

Beba muita água para manter a pele hidratada. Umedeça a pele seca, especialmente durante os meses em que o ar é mais seco.
A fácil disponibilidade de cremes anti-rugas e antienvelhecimento sem receita médica, cremes hidratantes, cremes para a celulite. Quando, por um lado, suas propriedades cosméticas são utilizadas para embelezar; as propriedades medicinais favorecem a cura, o tratamento e a prevenção.
A cirurgia estética tem feito uma incursão no tratamento de rugas. Muito cuidado aqui “qualquer tipo de cirurgia estética ou injeções de botox ou peelings químicos deve ser realizado por um profissional.”

Tratamento de regeneração de energia baixa. A energia estimula um novo crescimento da pele, na área tratada e pode ser utilizada para reduzir o aparecimento de rugas ou lesões superficiais da pele.
A nossa pele sofre erosão contínua com a idade, de modo que seria irrealista esperar tratamentos anti-rugas permanentes. Estes tratamentos não são adaptados às necessidades individuais, mas a terapia apropriada deve ser realizada somente após consulta com um cirurgião profissional. Muitas pessoas necessitam de tratamentos repetidos ou às vezes uma combinação de tratamentos.

Temos muitos cremes antienvelhecimento de Loreal, Garnier etc., disponíveis no mercado. Uma massagem regular com esses cremes tenciona gradualmente o tecido da pele, mediante o aumento da circulação sanguínea. No entanto, é importante ter expectativas realistas e estar aberto a qualquer tipo de tratamento.

Remédios Caseiros Para Rugas:

Aplique uma banana madura amassada em seu rosto regularmente para esticar a pele.
Massageie a área facial de forma regular é muito eficaz no controle das rugas. Isto ocorre porque a massagem aumenta a circulação de sangue e aperta os músculos e tecidos.
Combine de três cápsulas de vitamina E, adicione 2 colheres de sopa de iogurte natural, ½ colher de chá de mel e ½ colher de chá de suco de limão. Aplique no rosto. Deixe na pele por cerca de 10 minutos e enxague. Este é um útil e eficaz remédio caseiro para rugas.
As marcas de idade podem se tornar mais fracas através da aplicação de suco de limão várias vezes ao dia.
Aplique uma pasta de açafrão em pó com o suco de cana-de-açúcar para eliminar as rugas e prevenir o envelhecimento da pele. Este é outro dos remédios caseiros eficazes para rugas.
Para prevenir rugas, aplique óleo de mamona puro e inodoro.
Se você estiver procurando por uma completa transformação de Cinderela, é provável que não consiga com qualquer creme ou tratamento. Apenas pode haver melhoras, mas não a cura total. Assim, o único tratamento é combinar um estilo de vida saudável com uma dieta saudável desde o início para conseguir um rosto mais jovem.
Remédios Caseiros Para Rugas E Para Limpeza Da Pele
Hidratação: A água é o melhor agente de limpeza para o rosto. Se possível, use água mole já que a água dura não é adequada para o rosto. Você pode melhorar a água e torná-la mais adequada colocando para ferver e depois deixando esfriar.
Substituto eficaz para a água é a loção de formação de espuma macia, que pode ser feita de pepino, gema de ovo e água. Coloque uma fatia de pepino e uma de abóbora no liquidificador com a gema de ovo e um pouco de água. Aplique a loção com um algodão e esfregue suavemente o rosto e, em seguida, enxágue com água morna e seque suavemente com uma toalha macia.
Manteiga: A manteiga é um dos menos utilizados, mas dá bons resultados. Aplique a manteiga para ser absorvida no rosto e, em seguida, limpe suavemente com uma toalha de papel. A manteiga funciona muito bem contra os sinais de envelhecimento como as rugas e as linhas finas.
Cenouras: O suco de cenoura contém alto teor de vitaminas A e B, e muitos minerais diferentes. Espremido na hora é um fantástico produto de limpeza para a pele. Aplique o suco de cenoura no rosto por cerca de 20 minutos e depois lave com água morna.
Suco de tomate: Adicione algumas gotas de glicerina a um tomate espremido na hora. Esta mistura é um eficaz agente de limpeza e funciona muito bem contra as rugas indesejáveis.
Leite: Assim como a manteiga, o leite de vaca é também um dos remédios caseiros menos utilizados para as rugas. Adicione algumas gotas de laranja, limão ou suco de frutas natural ao leite. O leite é ideal para a pele seca e sensível. Aplique sobre a pele por cerca de 20 minutos, depois lave com água.

Máscaras Caseiras Para Nutrir O Rosto E Reduzir As Rugas Nos Olhos:
Gema de ovo, leite, óleo de amêndoas e suco de limão, esta máscara funciona muito bem contra as rugas faciais e linhas mais profundas. Misturar o leite, o óleo de amêndoas, o suco de limão e a gema de ovo têm um efeito especial elevador e também é apropriado para peles com poros dilatados. Espere 20 minutos e retire a máscara com água morna.


Máscaras de pepino. Triture alguns anéis pepino sem casca no liquidificador e adicione o suco fresco de limão. Aplique a máscara e cubra os olhos com anéis de pepino. Esta é uma excelente maneira de nutrir a pele e reduzir as rugas nos olhos ao mesmo tempo. A máscara de pepino também é ideal para reduzir as linhas no pescoço.

Perca 3kg em 1 semana

Perca 3kg em 1 semana

DICAS DE SAÚDE


DICAS DE SAÚDE
 
Você sabia que...
 
O alho é considerado um poderoso desinfetante? Os povos nômades do deserto usavam os dentes de alho para se defenderem das picadas de insetos.

O arroz é um dos alimentos mais ricos em hidratos de carbono, que são fontes de energia? A água em que o arroz foi cozido é excelente no tratamento de diarréias das crianças.

As sementes de erva-doce, de sabor idêntico ao anís, são usadas como tempero em alimentos e também na preparação de um chá de efeito calmante e digestivo.

O chuchu é um alimento pobre em nutrientes. Deve ser preparado junto com outros alimentos que compensam esta pobreza em valores nutritivos, tais como molho branco, creme de leite, ovos, etc.

A couve-flor é bastante rica em sais minerais e possui uma quantidade razoável de vitamina A. Como não tem gorduras, é indicada para regimes de emagrecimento.

Uma boa fatia de mamão ingerida em jejum todos os dias, garante o bom funcionamento dos rins e do fígado.

A principal riqueza nutritiva da cenoura é o caroteno, um elemento que durante a digestão se transforma em vitamina A, muito importante para os olhos, a pele e as mucosas. Também é um alimento ótimo para regimes porque não tem gorduras. Por ser um legume tão rico, recomenda-se o consumo de pelo menos duas cenouras médias por semana

CALENDÁRIO

CALENDÁRIO
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...